1993

Filho de Bruce Lee morreu em acidente semelhante ao de Alec Baldwin

Brandon Lee no filme "The Crow"

Foto Direitos Reservados

A notícia de que Alec Baldwin matou a tiro, acidentalmente, a diretora de fotografia Halyna Hutchins, no local de rodagem do filme "Rust", está a chocar o mundo e lembrou o caso semelhante do ator Brandon Lee, que também foi atingido por um tiro enquanto rodava o filme "The Crow", em 1993.

Só pelo nome é possível associar Brandon Bruce Lee a uma das maiores lendas das artes marciais e de Hollywood de todos os tempos. Brandon era filho do ator Bruce Lee e, influenciado pelo percurso pai, ele próprio seguiu o caminho das artes.

Em 1985, foi escolhido para integrar o elenco do filme Kung Fu: The Movie e fez aí a sua estreia profissional em Hollywood. Depois de várias participações em diferentes produções, em 1993 foi convidado para protagonizar o "The Crow". O filme viria a revelar-se fatal.

Durante as gravações de uma cena, a personagem de Brandon teria de levar um tiro. A arma, que deveria ter disparado pólvora seca, acabou por atingir com uma bala de verdade o abdómen de Lee. O adereço precisou de ser carregado com munições reais para que o som dos tiros parecessem verídicos e um erro da produção, que não tirou todas as balas verdadeiras, acabou por custar a vida a Brandon Lee.

O ator ainda foi para o hospital, mas depois de uma cirurgia de seis horas, foi declarado o óbito a 31 de março de 1993. Tinha 28 anos.

O vídeo com a cena do acidente fatal foi usado como prova nas investigações e posteriormente destruído após decisão de acordo judicial.

Tanto a mãe como a noiva de Lee apoiaram a decisão do diretor Alex Foyas de continuar as gravações e terminar o filme. As cenas finais do ator, que só iriam durar mais três dias, acabaram por serem finalizadas por duplos e amigos pessoais de Brandon.

"The Crow" foi um grande sucesso das bilheteiras pelo mundo fora e é até hoje considerado um clássico.

Relacionadas