Porto/Post/Doc

Um manual anticrime em forma de arte

Sara Sofia Gonçalves

Lucros da edição revertem para a associação humanitária Jail Guitar Doors|

 foto Direitos reservados

Lucros da edição revertem para a associação humanitária Jail Guitar Doors|

 foto Direitos reservados

"Louisville" é um trabalho multidisciplinar de texto, fotografia, ilustração e música, focado na realidade dos Estados Unidos. "Arte é prevenção contra o crime" é o mote do projeto, a ser apresentado neste sábado, no Porto/Post/Doc.

O acompanhamento jornalístico da realidade norte-americana durante as eleições de 2020, que deram a vitória a Joe Biden, ganha agora forma em vinil. O projeto lançado é do jornalista Pedro Sousa Pereira e do fotojornalista Mário Cruz, que convidaram músicos portugueses para musicar o trabalho desenvolvido no terreno. A apresentação de "Louisville" acontece neste sábado, 26 de novembro, no último dia do Porto/Post/Doc.

O trabalho consiste num vinil com oito músicas, acompanhado por texto, ilustração e fotografia. Pedro Sousa Pereira convidou músicos portugueses para produzirem temas tendo por base o áudio das entrevistas e os sons registados em diversas cidades norte-americanas.

O objetivo é retratar a realidade política, social e económica dos Estados Unidos e, por outro lado, mostrar como a arte pode ser um escape e uma solução para parte dos problemas de racismo e violência.

Os músicos responsáveis pelos temas do disco são Óscar Pinho, Guilherme Lucas, Rui Sousa, João Miguel, Luís Vaz Patto, Francisco F. Cerqueira e as bandas LÖDO e Thee Magnets.

Prevenir a criminalidade

"Louisville" surge como título do projeto por ser, além da cidade mais marcante durante a estadia do jornalista nos Estados Unidos, a localização de uma equipa de boxe que serve de exemplo para a maioria dos relatos gravados na altura - e que é possível ouvir no disco. Trata-se também da cidade onde foi assassinada pela polícia, em março de 2020, uma jovem afro-americana.

Os lucros da edição que irá ser apresentada hoje revertem para a associação norte-americana Jail Guitar Doors, que trabalha a arte, e em particular a música, como forma de prevenir a criminalidade e de reabilitar reclusos.

A apresentação do trabalho acontece neste sábado, às 22 horas, no Cinema Passos Manuel, no Porto, com a presença de Pedro Sousa Pereira e Mário Cruz.

Os temas do disco poderão ser ouvidos de seguida, no mesmo local, no DJ Set - COMBAT ROCK de Carlos Moura, um dos músicos que participa no álbum "Louisville". Em dezembro haverá apresentação em Lisboa.