Arte contemporânea

ARCOmadrid começa hoje com a presença de 17 galerias portuguesas de arte

ARCOmadrid começa hoje com a presença de 17 galerias portuguesas de arte

A Feira de Arte Contemporânea ARCOmadrid, em Espanha, que abre portas hoje com 17 galerias portuguesas, pretende marcar um quase regresso à normalidade depois da pandemia, com 185 galerias, número um pouco inferior ao nível pré-pandémico.

Depois de ter recebido, em 2020, 210 galerias, o mais importante certame de arte contemporânea de Espanha, vai acolher galerias de 30 países até 27 de fevereiro na edição deste ano, segundo a organização.

"Queríamos que se reduzisse um pouco e concentrasse" mais o espaço, de forma a garantir o sucesso comercial, explicou a diretora da feira, Maribel López Zambrana, numa conferência de imprensa há cerca de duas semanas, na capital espanhola, manifestando expectativas "muito positivas", indicando que os compradores deverão deslocar-se com "muita vontade" à ARCOmadrid.

Esta feira de arte contemporânea realiza-se tradicionalmente em fevereiro, tendo, no entanto, sido obrigada a realizar uma edição especial no ano passado, em julho, e adiar o seu 40.º aniversário, que este ano está a celebrar com a denominação "40+1", devido às medidas em vigor de luta contra a pandemia de covid-19.

"Estes dois anos têm-nos feito pensar muito. Temos aprendido ao longo do caminho", avaliou, na altura, Maribel López.

Entre as 185 galerias do programa geral há 14 portuguesas: 3+1 Arte Contemporânea, Balcony, Bruno Múrias, Carlos Carvalho, Cristina Guerra Contemporary Art, Filomena Soares, Francisco Fino, Madragoa, Miguel Nabinho, MONITOR, Pedro Cera e Vera Cortês, todas de Lisboa, e ainda a Kubikgallery e a Lehmann + Silva, do Porto.

Outras três galerias portuguesas - Duarte Sequeira, de Braga, e as Foco e UMA LULIK, de Lisboa, - foram convidadas a estar presentes na "Opening by Allianz", área dedicada às galerias mais jovens (até sete anos de atividade), ao lado de outros 13 vendedores de arte.

PUB

Haverá uma secção comemorativa do aniversário da feira, ARCO 40 (+1), com uma seleção de "grandes nomes do 'galerismo' internacional", que estiveram presentes na ARCOmadrid ao longo da sua história.

Dando continuidade à iniciativa da edição do ano passado, este ano os "Projetos de Artista" serão mais uma vez dedicados exclusivamente a mulheres.

Na secção "Nunca lo mismo", formada por uma seleção de artistas latino-americanos de oito galerias internacionais, com curadoria de Mariano Mayer e Manuela Moscoso, participa a galeria Continua, de São Paulo, no Brasil.

A feira tem lugar em dois pavilhões do IFEMA (Feira Internacional de Madrid), dedicando os seus dois primeiros dias aos profissionais e, os três últimos, ao público em geral, sendo que à entrada será exigido o certificado de vacinação europeu da covid-19 ou um teste negativo, assim como a utilização de uma máscara FPP2.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG