Cinema

"Bem Bom". Depois de "Variações", vem aí um filme sobre as Doce

"Bem Bom". Depois de "Variações", vem aí um filme sobre as Doce

Depois do sucesso que foi "Variações", o filme biográfico sobe o cantor pop português António Variações, 2020 traz "Bem Bom", inspirado na história da lendária banda portuguesa Doce, autora da canção que dá o nome à obra.

O projeto musical desenvolvido nos anos 80 por Fátima Padinha, Teresa Miguel, Lena Coelho, Laura Diogo e Fernanda de Sousa (a partir de 1985) - as eternas Doce - terá direito a um lugar no grande ecrã. "Bem Bom", assim se chama a longa-metragem, vai ser produzido pela Santa Rita Filmes e realizado por Patrícia Sequeira, autora de "Snu" e "Jogo de Damas".

A notícia foi avançada em comunicado enviado à comunicação social esta terça-feira de manhã pela Altice Portugal, cuja operadora de televisão, a MEO, vai apoiar o filme, que "retrata aquela que foi uma das primeiras girlsbands da Europa e possivelmente a mais icónica em Portugal", escreve a nota.

A obra, que visa "reaproximar desse legado musical e dessa memória a geração que a viu crescer" a banda, chega às salas de cinema em 2020, ano em que se assinalam 41 anos desde a criação das Doce, que se formaram em 1979, três anos antes de vencerem o Festival da Canção da RTP, precisamente com o tema "Bem Bom".

Também para este ano, já foi anunciado um filme sobre o pintor Amadeo de Souza-Cardoso,