Cultura

Câmara do Porto aprova voto de pesar pela morte de Manuel António Pina

Câmara do Porto aprova voto de pesar pela morte de Manuel António Pina

A Câmara do Porto aprovou esta terça-feira, por unanimidade, dois votos de pesar pela morte do escritor e jornalista Manuel António Pina, um dos quais propõe que o seu nome seja associado à toponímia da cidade.

O assunto foi o primeiro a ser abordado na reunião de Câmara desta terça-feira, com o PS a apresentar um voto de pesar pelo falecimento de uma "figura maior do jornalismo e literatura portuguesa", com "uma perspetiva por vezes desconcertante", referiu o vereador socialista Manuel Correia Fernandes.

O vereador do PS sublinhou ainda que Manuel António Pina "sempre escolheu o lado da liberdade, mesmo quando isso era difícil e perigoso".

Pedro Carvalho, vereador da CDU, salientou a "cidadania interventiva" do escritor e sugeriu que o nome do Prémio Pessoa de 2011 fosse "associado à toponímia da cidade".

"Manuel António Pina foi, de facto, um ser humano brilhante, de talento singular. Mas era, além do mais, um grande cidadão. Inteligente, criativo, inquieto, inconformado, solidário", escreveu o comunista, no voto apresentado ao executivo.

Manuel António Pina nasceu no Sabugal em 1943 e morreu na sexta-feira, no Hospital de Santo António, no Porto.

Licenciado em Direito pela Universidade de Coimbra, Manuel António Pina foi jornalista do Jornal de Notícias entre 1971 e 2001.

PUB

É autor de poesia, ficção, crónica, literatura infantil e de duas dezenas de peças de teatro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG