Premium

Movimento estudantil mexicano de 68 esmagado em 29 minutos

Movimento estudantil mexicano de 68 esmagado em 29 minutos

Prosseguimos e concluímos a evocação do massacre de Tlatelolco, que em outubro de 1968, com os Jogos Olímpicos do México à porta, destruiu violentamente um movimento estudantil em muito inspirado nos acontecimentos de Paris, em maio do mesmo ano. Uma ferida funda na memória daquele país da América do Norte.

Na tarde de 2 de outubro de 1968, estava agendada uma concentração na Praça das Três Culturas, em Tlatelolco, para informar sobre os avanços do movimento. Na manhã desse dia, representantes da CNH Conselho Nacional de Greve, sigla em espanhol de Consejo Nacional de Huelga) e do governo tinham-se reunido para discutir os termos do diálogo público que os estudantes exigiam. Um dia antes, os soldados tinham também abandonado a Cidade Universitária. Sem avanços determinantes, os sinais pareciam positivos.