Música

Casa da Música terá um 2022 dedicado ao amor

Casa da Música terá um 2022 dedicado ao amor

Rebecca Saunders e Solange Azevedo serão as compositoras em residência.

A Casa da Música (CdM) decidiu fazer em 2022 um interregno na programação dedicada a um país e vai acolher o amor como tema. Um mote "numa altura em que o discurso do ódio prolifera, crescendo de uma forma assustadora, sendo a música uma forma poderosa de tolerância", explicou António Jorge Pacheco, diretor artístico da instituição.
O amor será explorado nas suas formas mais diversas - "de um par amoroso, mas também o amor à pátria, amor de mãe, amores trágicos ou amores ilícitos", disse o responsável.

A abrir o ano da CdM estará, a 7 de janeiro, o tradicional Concerto de Ano Novo, com a Orquestra Sinfónica da Casa da Música.

A inauguração oficial do Ano do Amor será a 14 com "Salut d"amour" de Edward Elgar, Concerto duplo para violino e violoncelo de Johannes Brahms, e "Pelléas e Mélisande" de Arnold Schoenberg.

No ano em que a britânica Rebecca Saunders, "muito requisitada internacionalmente", estará em residência na CdM, o destaque vai para "Amor correspondido". Ou seja, um encontro entre dois ensembles: o Remix Ensemble Casa da Música e o Ensemble Intercontemporain, que tocarão "Skin", composto por Saunders para a soprano Juliet Fraser, e a estreia mundial de uma obra da turca Zeynep Gedizlioglu, seguido de "A morte e a Primavera", para dois ensembles e dois maestros, do catalão Hèctor Parra. Tudo a 23 de janeiro. Fevereiro traz outra encomenda da CdM: "Anamorphoses" de Pedro Amaral. Neste mês será também a estreia de Kátia Guerreiro na CdM, a 16.

Março trará um dos nomes fortes do cartaz de música popular na Casa: os Divine Comedy atuam no dia 7. Neste campo, God Is An Astronaut a 13 de maio são outro dos destaques.

A revolução estudantil de Maio de 1968 será tema para o ciclo Música e Revolução em abril. O Verão da Casa pretende voltar a levar os cinco agrupamentos da CdM para fora de portas, rumo aos habituais concertos em Matosinhos, Maia e Porto. Em 2022, Solange Azevedo será a jovem compositora em residência.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG