Música

Coliseu do Porto esgotado no regresso dos Concertos Promenade

Coliseu do Porto esgotado no regresso dos Concertos Promenade

Mais de um milhar de pessoas assistiram, na manhã deste domingo, ao muito esperado regresso dos Concertos Promenade ao Coliseu do Porto. Bruno Nogueira e a Orquestra Clássica de Espinho estiveram em destaque na recriação de "Pedro e o Lobo".

Em versão 2.0, os Concertos Promenade regressou ao convívio dos melómanos, sete anos depois da primeira experiência no Coliseu do Porto.

A componente multimédia interativa, desenvolvida pela designer Sara Botelho, foi a grande novidade do espetáculo, criada com o objetivo claro de transportar os espectadores para o ambiente da obra e do compositor.

Com direção artística do maestro Cesário Costa, a Orquestra Clássica de Espinho interpretou uma das mais aclamadas peças do reportório clássico, "Pedro e o lobo, composta em 1936 pelo russo Sergei Prokofiev.

O compositor baseou-se nas fábulas de Esopo com o objetivo pedagógico de dar as sonoridades específicas de cada instrumento musical. Esse princípio foi levado à risca pela orquestra espinhense, com cada instrumentista a reproduzir o som de cada uma das sete personagens, conseguindo desta forma tornar bem evidentes as diferenças entre a percussão, o sopro e as cordas.

A narração foi feita ao vivo pelo humorista Bruno Nogueira, acompanhado nos comentários pelo musicólogo Jorge Castro Ribeiro.

Até ao próximo dia 18 de dezembro, à razão de um concerto por mês, as portas do Coliseu do Porto vão continuar a abrir-se aos domingos de manhã para os Concertos Promenade.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG