Exclusivo

Concertos em todo o país para começar o ano sob os auspícios da música

Concertos em todo o país para começar o ano sob os auspícios da música

Tradição vienense dos Concertos de Ano Novo espalha-se por todo o país.

A prática iniciou-se em 1939, no Musikverein, em Viena, com um concerto que incluía polcas, valsas e marchas da família Strauss, e foi-se alastrando, primeiro pela rádio, depois pela televisão, finalmente com espetáculos ao vivo em salas espalhadas pelo Mundo. O Concerto de Ano Novo é um tributo à beleza, à esperança e à amizade. É uma exaltação da vida. E talvez nunca como hoje seja tão necessário. De norte a sul do país, 2022 será acolhido por luxuosas orquestras e repertórios luminosos. Não será pela música que faltará otimismo.

No Porto, dois grandes espetáculos assinalam a entrada no novo ano. A Casa da Música apresenta a Orquestra Sinfónica do Porto, dia 7 de janeiro. Sob a direção do maestro austríaco Leopold Hager, serão executadas peças de Johann Strauss II, como "O barão cigano" ou "Perpetuum mobile", e ainda valsas e aberturas de Emile Waldteufel, Franz von Suppé ou Richard Heuberger. Enquanto o Coliseu Porto Ageas recebe, dia 9, a Gala Strauss, prestigiada digressão que junta a Strauss Festival Orchestra e o Strauss Festival Ballet para a interpretação de algumas das mais icónicas composições do Concerto de Ano Novo, nomeadamente "Danúbio azul" e "Marcha Radetzky". O mesmo espetáculo poderá ser visto no dia seguinte em Lisboa, no Coliseu dos Recreios.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG