Transição

Cristina Planas Leitão é a nova codiretora do Teatro Municipal do Porto

Cristina Planas Leitão é a nova codiretora do Teatro Municipal do Porto

Em janeiro de 2023, um novo codiretor deverá assumir com Cristina Planas Leitão a direção artística do Teatro Municipal do Porto.

Rui Moreira enfatizou na manhã desta terça-feira a vontade de continuar o projeto cultural iniciado em 2013 e manter a missão até ao final do mandato, em 2025. Para esse repto, e após a saída de Tiago Guedes, que deixou a programação fechada até junho de 2023, havia duas hipóteses: apostar na equipa existente, que tem "valor e pessoas para isso", ou "abrir um concurso internacional".

Entre as duas soluções, o autarca optou por um modelo misto. Cristina Planas Leitão, que desempenha atualmente funções de assistente de programação no Teatro Municipal do Porto, no festival Dias da Dança e no CAMPUS Paulo Cunha e Silva, assumirá a co-direção.

Para o segundo nome será aberto um concurso internacional. O júri, também ele internacional, será dado a conhecer nos próximos dias. Ainda em julho será aberto o concurso, do qual resultará uma shortlist em setembro. O anúncio será feito em outubro e o escolhido assumirá funções em janeiro de 2023, detalhou Rui Moreira.

Acrescentando que espera que "o concurso interesse a muita gente, até porque o Porto está no circuito das artes performativas internacional", o autarca explicou que "não faria sentido entrar em rutura" e manifestou "a grande confiança que tenho na Cristina para continuar este trabalho".

"Prata da casa"

PUB

Cristina Planas Leitão nasceu no Porto em 1983. A coreógrafa, curadora de artes performativas e professora é licenciada em Dança Contemporânea na ArtEZ, em Arnhem, Países Baixos. Nos seus trabalhos coreográficos trabalha temas ligados aos movimentos sociais e políticos e sua relação com o corpo performativo no espaço do teatro.

Criou, entre outras, "The very delicious piece" e "The very boring piece", em parceria com Jasmina Krizaj; os solos "bear me", "FM [com mortuum]" e "UM [unimal]", este último apresentado nos Dias da Dança, que agora vai codirigir. Desde 2018 que trabalha no Teatro Municipal do Porto, primeiro como mediadora cultural e depois como assistente de programação de Tiago Guedes.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG