Arte do Dia

De estudantes a vencidos da vida

De estudantes a vencidos da vida

Estudar é um privilégio que se deve aproveitar ao máximo e hoje que se celebra o Dia Nacional do Estudante vale a pena lembrá-lo. Grandes movimentos de mudança no Mundo começaram com a força dos estudantes. Depois, livros arrumados, podem tornar-se Vencidos da Vida. Como se a acomodação, o engolir dos espíritos inquietos da juventude, fosse uma fatalidade​​.

Em Portugal, um dos movimentos estudantis mais famosos foi a Geração de 70, que incluía os jovens intelectuais Antero de Quental, Eça de Queirós, Oliveira Martins e Ramalho Ortigão, entre outros. Este grupo de Coimbra foi responsável por introduzir o realismo em várias áreas da cultura portuguesa, da política à literatura.

O coletivo ficou conhecido pela Questão Coimbrã, uma luta contra os ultrarromânticos do "bom senso e do bom gosto", e mais tarde formaram o Cenáculo, que organizava tertúlias para discutir educação, religião e política que acabaram proibidas pelo Governo de então. Ao falharem nos intentos de mudar o país, decidiram chamar-se de Vencidos da Vida.

Também em Espanha, um dos trios mais famosos da cultura do século XX conheceu-se na Residencia de Estudiantes em Madrid: o escritor Federico Garcia Lorca, o artista Salvador Dali e o cineasta Luis Buñuel. A relação não foi pacífica e terminou com obras como "Un chien andalou", de Buñuel, uma alusão ao cão andaluz que era Lorca. Este, por sua vez, escreveu a "Fábula dos três amigos", dedicada ao trio. Salvador Dalí fez várias obras para Lorca, entre elas os cenários para a peça de teatro "Mariana Pineda". Num momento da vida, Dalí renega Lorca para ir para Paris com Buñuel, uma facada na relação dos dois. Vitor Nieves reuniu um romance epistolar sobre esta relação chamado "Querido Salvador, querido Lorquito" , onde estão reunidas as cartas de ambos. Aqui pode ver o trailer do filme feito a partir deste tomo:

Outro dos movimentos estudantis cruciais foi o de Maio de 68 em Paris. Neste documentário filmado à mão por William Klein pode-se ver como os símbolos da autoridade são contestados por milhões de grevistas e de estudantes. Inclui o dia-a-dia as assembleias, os debates improvisados, as manifestações, as barricadas, os confrontos de rua, as palavras, a utopia em marcha:

PUB

No Dia Nacional do Estudante deixamos também uma proposta musical, com Vasco Santana a cantar "Fado do estudante" no filme de 1933 "Canção de Lisboa".

Há 116 anos nascia Jules Verne, conhecido como o inventor da ficção científica. Das suas variadas obras há duas que deveriam ser de leitura obrigatória: "Viagem ao centro da Terra" e "Vinte mil léguas submarinas". Na primeira, passada no século XIX, um renomado cientista e professor de Geologia encontra um manuscrito em código e descobre que quem desce a cratera do vulcão Sneffels, situado na Islândia, chega ao centro da Terra. Na segunda, a existência de uma obra prima de engenharia que o capitão Nemo criou em segredo começa a provocar desastres em navios. O Mundo começa a temê-lo, julgando tratar-se de um monstro marinho, um narval gigante, começando assim a caça ao bicho.

Estes livros deram origem a outras obras de arte, como o inesquecível "Volta ao Mundo em oitenta dias", relatando as aventuras de Willy Fog, uma das melhores animações que já se fez.

Aqui pode ver episódios da animação em português:

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG