Artes/Etc

"De Volta à Praça": O circo volta às ruas do Norte

"De Volta à Praça": O circo volta às ruas do Norte

Projeto vai percorrer nove localidades e foi apresentado ontem na Casa das Artes, no Porto.

O projeto "De Volta à Praça" visa promover novas temáticas do circo nacional e une o Coliseu Porto Ageas e o Teatro Nacional São João, que no atual período de desconfinamento pretendem levar programas artísticos a várias cidades do norte do país. "Todos estão convidados para as apresentações dos nossos artistas e para as oficinas de circo e marionetas. Vamos contar histórias e convidar o público a contar as lendas e enredos das suas terras. Do Porto às Terras de Basto, de Arcos de Valdevez ao Marco de Canaveses, de Cinfães a Santo Tirso, este programa verdadeiramente funambulesco é um polichinelo que salta e roda e aterra sempre num lugar diferente", pode ler-se no comunicado enviado à imprensa pela organização do projeto.

O programa reúne talentos do Circo do Coliseu Porto Ageas, da companhia Teatro da Palmilha Dentada e da Erva Daninha para apresentar "as novas tendências do circo com o humor e atrevimento do café-teatro", prossegue a nota de imprensa.

O Circo do Coliseu Porto Ageas reúne artistas e números nacionais e internacionais, com o objetivo de reinventar a linguagem e as formas das artes circenses. No projeto "De Volta à Praça", volta a sair às ruas de Portugal numa tentativa de recuperar a tradição viajante do circo. Acompanhados pela Orquestra Circo Coliseu, com música original de Filipe Raposo, fazem uma conjunção entre o circo clássico e o contemporâneo, com números dedicados a ambas as tradições.

Já com mais de 20 espetáculos apresentados, o Teatro da Palmilha Dentada, conhecido por um trabalho que não se deixa limitar por géneros ou categorias, entra também no programa "De Volta à Praça", onde apresenta o espetáculo "Circlus", escrito e encenado por Ricardo Alves, que une o circo à música e ao humor. A peça conta com os artistas Ivo Bastos, Patrícia Queirós, Mafalda Canhola e Tiago Araújo. A companhia também vai dinamizar uma Oficina de Circo e Marionetas em cada um dos municípios visitados. As oficinas terão um foco nas lendas e histórias locais e pretendem ajudar a redescobrir o património oral e as histórias de cada terra.

Já a Erva Daninha, criada em 2006, dedica-se ao circo contemporâneo e apoia-se maioritariamente em temáticas sociais e políticas. Em "De Volta à Praça", apresentam "Rasto", um espetáculo que junta a dança e a acrobacia, que usa "o arrojo de uma máquina agrícola como elemento cenográfico", de forma a apresentar poeticamente a relação entre o corpo e a máquina e o modo como o rural e o urbano estão ligados.

O programa arranca a 9 de julho, no Coliseu Porto Ageas, e prolonga-se até 19 de setembro, percorrendo nove localidades: Porto, Arcos de Valdevez, Cinfães, Celorico de Basto, Mondim de Basto, Santo Tirso, Cabeceiras de Basto, Paços de Ferreira e Marco de Canaveses.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG