O Jogo ao Vivo

Arte

Dezasseis esculturas de artista portuense recriam mordomos do Caminho de Santiago

Dezasseis esculturas de artista portuense recriam mordomos do Caminho de Santiago

A artista portuense Cristina Rodrigues está a conceber uma obra de arte, que recria os mordomos e mordomas, emblemáticos de várias regiões portuguesas e espanholas atravessadas pelo Caminho de Santiago.

Da iniciativa, que integra as Comemorações Jacobeias, a decorrer até ao final de 2022, resultará, segundo a artista, uma instalação intitulada "Mordomas", composta por 16 esculturas de figuras humanas em ferro, com 2,10 metros de altura, com uma saia têxtil, com 1,20 metros de diâmetro. A obra visa "eternizar o movimento das saias utilizadas pelos bailarinos espanhóis - os Mayordomos - e as bailarinas portuguesas - as Mordomas. E será apresentada numa exposição em Caminha, a partir de 11 de junho deste ano, e, em data posterior, em Espanha.

"As danças populares, e rituais associados, são muitas vezes entendidas como "baixa cultura" e, deste modo, tornou-se um grande desafio retratar este legado em Espanha e em Portugal, fazendo justiça a todos os bailarinos e músicos que dedicaram as suas vidas a esta prática", afirmou Cristina Rodrigues, referindo ser "a única artista plástica estrangeira convidada" a participar no projeto "Una ruta por los territorios de nuestro imaginario", produzido pela Acción Cultural Española, em colaboração com o Instituto de Patrimonio de España, a Dirección General de Industrias Culturales y Cooperación e oito Comunidades Autónomas (Galiza, Aragão, Astúrias, Andaluzia, La Rioja, Castela León, Cantábria e Extremadura).

PUB

"Não poderia estar mais honrada por tal convite e com a possibilidade de, mais uma vez, estudar e registar uma dimensão da cultura Espanhola", comentou Cristina Rodrigues, que, no âmbito do processo de conceção da obra, se deslocará a Espanha, de 21 de abril e 6 de maio, para gravar um documentário e recolher informação sobre danças tradicionais de algumas localidades da Andaluzia e Extremadura, emblemáticas do Caminho de Santiago.

A Acción Cultural Española é uma entidade pública, da tutela do Ministério da Cultura e do Desporto de Espanha, dedicada a impulsionar e promover a cultura e o património espanhol, dentro e fora das suas fronteiras, através de um amplo programa de atividades e iniciativas que promovem a mobilidade de profissionais e criadores.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG