cinema

Guimarães2012 apresenta programação para 2013

Guimarães2012 apresenta programação para 2013

A Fundação Cidade de Guimarães apresentou esta terça-feira, em conferência de imprensa, algumas das linhas da programação que vai ainda manter durante 2013, nomeadamente com novas edições, estreias de filmes e o programa associativo Tempos Cruzados.

Parte deste prolongamento resulta de elementos da programação que por constrangimento de tempo ou de financiamento não poderam ser concluídos no ano passado e agora vêem a luz do dia.

A área mais forte é o programa com as associações Tempos Cruzados que vai concretizar muitos dos seus eventos ao longo deste ano. É o caso do lançamento da antologia poética "Pedra Formosa" e do programa Constelações que acolhe as propostas culturais e artísticas locais.

A área de arquitetura tentará também recuperar os catálogos das mostras que ocorreram durante 2012 e que não foram ainda publicados, como é o caso de "Flatland Redux" ou "Edifícios e Vestígios", num total de 11 edições.

Mas estão previstas edições na área do Pensamento e do Cinema, como é o caso de "Novais Teixeira, o Vimaranense Errante" um ensaio biográfico sobre essa figura que foi escritor, ativista político e cinéfilo.

O cinema tem ainda programado a estreias dos filmes 3D que procuraram o olhar dos consagrados realizadores Edgar Pêra, Peter Greenway e Jean Luc Godard, três dos 40 filmes encomendados por Guimarães 2012.

Durante o primeiro semestre de 2013 deverão ser ainda apresentados os três filmes que resultam do prémio Novais Teixeira que apoia primeiras obras, um galardão que a fundação espera que possa continuar a ser atribuído, integrado no funcionamento do Centro de Produção Audiovisual.

O programa ReImaginar Guimarães apresenta até 24 de fevereiro, na Casa da Memória, "Plano geral, Grande Plano", a quarta das exposições que procuram recuperar a memória fotográfica de Guimarães. A médio prazo, mantém-se o objetivo de transformar esta recolha no primeiro arquivo fotográfico online desta cidade, "apresentando coleções por si digitalizadas, mas também remetendo para fundos fotográficos de outras proveniências".

A área do Serviço Educativo também mantém, até junho, projetos nas áreas performativas com públicos infantis, juvenis e sénior e a formação artística com programas como "Corpo Comum" e "Caminhos do Olhar".