óbito

De trapezista a piloto acrobático

De trapezista a piloto acrobático

Trapezista voador, piloto acrobático, campeão de salto à vara, galã sedutor... Muito antes da fama de realizador, já era conhecido por razões um tanto alheias à Sétima Arte. Manoel de Oliveira morreu, esta quinta-feira, aos 106 anos.

Nas revistas da época, por exemplo, a sua imagem de marca é a de um jovem de porte atlético e muito bem parecido, posando vestido com o fato que na altura era utilizado pelos praticantes de atletismo. E era tão bem parecido que, em 1929, a sua fotogenia já enchia páginas da revista "O Cinéfilo" e fazia suspirar os corações das jovens casadoiras.

De facto foi o desporto a primeira grande paixão de Manoel de Oliveira, que a ele se dedicou por inteiro quando tinha 20 anos. Mesmo mais tarde há imagens dele, de capacete de borracha, ao volante de um "Ford V8" de 3000 c.c, com o qual acabara de vencer, em 1937, o Circuito Internacional do Estoril.

Relata a revista "Stadium" que "as 30 voltas da corrida foram dominadas pelo Ford de Manoel de Oliveira, tendo Edward Rayson (outro piloto concorrente ao volante de um Maserati) mantido sob pressão o piloto portuense, conseguindo inclusive, à 18ª volta, ultrapassá-lo".

No entanto, Oliveira (que conduziu à média de 97 quilómetros por hora), "logo na volta seguinte, ultrapassa de novo Rayson, para assumir o comando da corrida até ao final".

No ano seguinte voltou às corridas de automóveis, desta vez no Brasil, tendo vencido o circuito da Gávea, no Rio de Janeiro.

Mas anos antes já ele tinha ganho notoriedade como nadador, praticante de remo, de atletismo (obteve o título de campeão de salto à vara) e piloto aviador acrobático (muito antes de a Red Bull Air Race atrair multidões à cidade onde nasceu). Esta apetência pelos altos voos ficou ligada a um evento que marcou na época a sociedade portuense.

De facto, o jovem Oliveira, de corpo escultural emoldurado por um fato justo, ousou fazer um número de trapézio acrobático que muito animou as festas anuais que o Sport Club do Porto (um dos clubes onde teve formação desportiva) promovia no Teatro Carlos Alberto.

ver mais vídeos