O Jogo ao Vivo

Cinema

Dupla consagração em Veneza para Ana Rocha de Sousa

Dupla consagração em Veneza para Ana Rocha de Sousa

Dois prémios oficiais, dois paralelos, quatro júris diferentes. "Uma certa unanimidade, fora do comum", reagiu ao JN Rodrigo Areias, produtor português de "Listen", filme realizado por Ana Rocha de Sousa que venceu, ontem, mais dois galardões - estes na competição oficial da Bienal de Veneza.

A cineasta conquistou o Leão do Futuro, atribuído ao melhor filme de um estreante, e o Prémio Especial do Júri da secção "Horizontes", na 77.a edição do mais antigo festival de cinema do Mundo. Aos dois prémios mais relevantes conquistados ontem, somam-se as distinções paralelas anunciadas no dia anterior: o Bisato D"Oro, atribuído pela crítica independente, e o Sorriso Diverso Venezia, pela sua abordagem às questões sociais .

É uma consagração logo à primeira longa-metragem, que apanhou de surpresa Ana Rocha de Sousa, ex-atriz (conhecida em Portugal pela participação em "Riscos", série juvenil emitida em 1997 na RTP) que foi estudar cinema para Londres e apostou tudo em contar o drama, baseado em factos reais, de uma família de emigrantes portugueses no Reino Unido em luta contra os serviços sociais, que lhe retiram os três filhos menores.

Muito emocionada, a cineasta de 41 anos agitou o palco do Palácio do Cinema com gestos eufóricos e lágrimas de alegria, assim que ouviu que o Leão para uma produção debutante, que vale 100 mil dólares (85 mil euros), tinha sido concedido à sua película. Agradecendo ao Instituto do Cinema e Audiovisual (ICA), à RTP e a Rodrigo Areias, sublinhou ser mais significativa a mensagem contida na narrativa que filmou, do que as distinções conquistadas: "É importante proteger os que precisam de proteção. Este filme é dedicado a todas as famílias que atravessam estes tempos difíceis". Pouco tempo depois, a segunda surpresa: "Listen" tinha também sido selecionado para receber o Prémio Especial do Júri "Horizontes", levando de novo a realizadora ao palanque veneziano.

"Nunca pensei, nunca pensei. Para mim é indescritível. (...) Existem sempre momentos em que podemos estar sozinhos em casa a pensar 'eu podia fazer tanta coisa, se calhar não vou conseguir'. O importante é não desistir, eu estive para desistir, mas não desistam, independentemente de quais forem as adversidades", disse a realizadora à Lusa.

"Fora do comum"

Logo após o duplo anúncio, Rodrigo Areias destacou o desfecho feliz para o filme, após um "percurso longo" que começou em 2016, num concurso promovido pelo ICA. "Listen" é uma coprodução da portuguesa Bando à parte e da britânica Pinball London. Foi rodada nos arredores da capital inglesa e tem elenco português e inglês, liderado por Lúcia Moniz, Ruben Garcia e Sophia Myles.

PUB

"Não esperava tudo isto, ficámos muito contentes. Estar na seleção oficial de Veneza é já uma vitória", mas vencer quatro prémios "é uma coisa fora do comum no cinema português", salienta o também realizador - Rodrigo Areias dirigiu, entre outros, o filme "Surdina", que se estreou este verão nas salas nacionais.

Urgência e inquietação

Antes de ir para Itália, Ana Rocha de Sousa revelou, em entrevista ao JN, que o argumento de "Listen" lhe surgiu "de forma urgente, como uma espécie de assalto à alma e ao coração, numa profunda inquietação".

O filme tem já garantida distribuição internacional e chegará aos cinemas portugueses em 2021.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG