Cultura

Enchente de famílias e turistas na Festa do Outono

Enchente de famílias e turistas na Festa do Outono

Os jardins de Serralves, no Porto, voltaram a encher-se dos sons do pisar em folhas secas, desta feita por entre as cordas da guitarra de um Filho da Mãe e do zurrar de burros incomodados pelas crianças. Veja as imagens.

Já na sua sétima edição, este saudar da chegada da estação contou com centenas de famílias e turistas que voltaram a serpentear pelos caminhos e escadas estreitas que circundam lagos e arvoredos e conduzem ao prado dos jardins de Serralves, muitos atraídos pelo som do dedilhar e acordes do músico açoriano.

"A Festa do Outono anda sempre à volta das 20 mil, 25 mil pessoas", disse à Lusa João Almeida, diretor do Parque de Serralves, salientando um programa de atividades que prevê um público heterogéneo e contempla ainda a música de Pierre Bastien, oficinas para famílias e "percursos à descoberta da biodiversidade do parque."

Natural de Nuremberga, Alemanha, Frederic Pollmann estava "à espera de ver um museu e não tanto um festival cultural", pelo que se deparou com uma oportunidade de "ouvir boa música, passear e apreciar o estilo art déco, embora vazio, mas de uma arquitetura agradável", da Casa de Serralves.

"Estamos habituados ao frio da Alemanha", recordou o visitante, descrevendo "um agradável início de estação, com calor e folhas coloridas".

Violinista de profissão, Maria Amélia Carneiro considera que "a paisagem de Serralves é sempre magnífica em qualquer altura do ano", justificando assim que só à sétima edição tenha vindo à Festa do Outono, embora visite o museu e os jardins com frequência.

"É bonito, é interessante para as famílias e crianças e é um dia ao ar livre, o que é sempre bom", descreveu a residente em Vila do Conde.

PUB

Com a filha de um ano ao colo e outra de cinco ao lado, Jorge Moreira estreou-se também nestas boas-vindas à nova estação. Vindo de Paços de Ferreira, veio sobretudo para ver "se elas aprendem alguma coisa".

"Já estivemos com os animais, que elas gostam muito, já ouvimos contos e agora vamos ver se descobrimos o que descobrimos por aí", revelou.

"É o início do outono mas tem ares de primavera ainda", disse à Lusa Simone Becker, oriunda do estado brasileiro de Rio Grande do Sul, considerando que "as folhas estão muito lindas, tudo tem muita cor e as pessoas estão alegres."

A sétima edição da Festa do Outono em Serralves deverá, de acordo com a organização, manter a afluência de público de anos anteriores, a avaliar pelo ritmo de entrada de visitantes, que pelas dez da manhã já rondavam os milhares.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG