Estreia-se esta semana "Sinónimos", do realizador israelita Nadav Lapid, vencedor do Urso de Ouro da 69ª edição do Festival de Cinema Berlim.

Trailers

"Sinónimos", um drama autobiográfico do israelita Nadav Lapid

"Sinónimos", um drama autobiográfico do israelita Nadav Lapid

Yoav, um jovem israelita, vai para Paris, com esperança de que a França e os franceses o salvem da loucura do seu país. Em Paris, as coisas não começam muito bem para Yoav. Ele bate à porta de um apartamento e descobre que está vazio, aproveita para tomar banho lá, mas as suas coisas são roubadas. Mas este jovem israelita chegou a Paris com grandes expectativas, ele está determinado a livrar-se da sua nacionalidade o mais rápido possível. Para ele, ser israelita é como um tumor que precisa de ser removido cirurgicamente. Tornar-se francês, por outro lado, seria sem dúvida a sua salvação. Para apagar as suas origens, Yoav começa por mudar a língua que fala. De agora em diante, ele não voltará a dizer uma única palavra em hebraico. O dicionário anda sempre com ele. As visitas que tem de fazer à Embaixada de Israel incomodam-no; ele acha que os seus compatriotas são uma chatice. O teste para a naturalização também lhe coloca alguns problemas. O jovem casal francês com quem travou amizade tem umas ideias bastante estranhas sobre como devem ajudá-lo. Baseado nas suas próprias experiências, Nadav Lapid explora os desafios de criar raízes num novo lugar. A sua tentativa para se encontrar desperta antigos demónios e revela um abismo existencial. Um puzzle trágico-cómico que esconde de forma astuta os seus segredos.

Imobusiness