Vítor Pinto Basto regressa aos livros com "O rapaz que queria aprender a olhar", uma incursão no Portugal do Estado Novo.

Companhia dos Livros

Vítor Pinto Basto: "Salazar esteve sempre fora do seu tempo"

Vítor Pinto Basto: "Salazar esteve sempre fora do seu tempo"