Ar livre

Está de volta ao Parque de Serralves a farra das famílias e das crianças

Está de volta ao Parque de Serralves a farra das famílias e das crianças

Dois anos depois da pandemia, a Festa do Outono regressa já este fim de semana aos prados do Museu de Serralves, no Porto, com cultura e natureza de mãos dadas. Há dezenas de atividades e é tudo gratuito.

A Fundação de Serralves convida o público para a Festa de Outono já no próximo sábado e domingo. Helena Freitas, diretora do Parque de Serralves, declarou que o evento pretende "unir família e amigos com os elementos naturais do espaço". Com uma programação vasta e diversificada, a entrada é gratuita.

A Festa que dá início à nova estação do ano num "regresso simbólico" - é, também, um regresso marcante: durante os anos pandémicos não houve Festa -, oferece um extenso cartaz, com atividades contínuas das 10 às 19 horas. O público-alvo é óbvio: as famílias e as crianças.

PUB

As raças autóctones, que fazem parte do património histórico e cultural, são versadas em três aulas nos dois dias. O burro de Miranda, raça em extinção, e as típicas manadas de garranos do Noroeste português e da Galiza são as raças escolhidas para este ano. Há ainda visitas aos estábulos do parque para conhecer os "animais na quinta".

O festival de cinema europeu Cinemini é na Casa do Cinema Manoel de Oliveira. Vocacionado para crianças entre os três e os seis anos, em sessão estarão um total de oito filmes, entre "Um dia na região de Barbagia", filme de 1958, e "Viajando através de pincel e tinta", de 2017.

Música e muito mais

A música também tem espaço na Festa, com concertos no sábado por José Valente, às 12 horas, o Grupo de Percussão da Banda Sinfónica Portuguesa, pelas 14 horas, e o cantor Bandua pelas 17.15 horas; e no domingo, espetáculos da banda folk portuguesa Diabo a Sete, pelas 14.30 horas, Sourdure às 17 horas e, a fechar, a dupla Maria Quê pelas 18 horas.

Durante o dia todo, o público pode encontrar o Mercado de Outono e a Feira de Design Urbano, para além de várias oficinas, teatros e marionetas, circo contemporâneo e exposições.

A entrada é feita pelos portões da Av. Marechal Gomes da Costa e da Rua Bartolomeu Velho.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG