Teatro

Eunice Muñoz "não vai tardar" a regressar a casa

Eunice Muñoz "não vai tardar" a regressar a casa

Atriz está internada no hospital depois de um episódio de hipertensão. Neta garante que a "avó não tem covid"

A atriz Eunice Muñoz foi levada, esta quinta-feira de manhã, para o Hospital de S. Francisco Xavier, em Lisboa, onde ficou internada. Em causa esteve um episódio de hipertensão e não qualquer problema relacionado com a pandemia de covid-19, assegurou a neta, através de uma mensagem divulgada nas redes sociais.

"A avó está no hospital, sob observação. Não tarda nada, já estará aqui, ao pé de nós, outra vez. Não é covid", garantiu Lídia Muñoz.

Ao JN, o filho da atriz, António Borges, corroborou a informação. "A minha mãe vai ficar internada nos cuidados intermédios, onde está muito bem acompanhada e com os maiores cuidados. Amanhã de manhã vai ser reavaliada e fazer novos exames, para se perceber o que provocou o pico de tensão arterial que a levou ao hospital. As primeiras 24 horas são essenciais para perceber a extensão do problema."

Entretanto, continuou, no final do dia de ontem, a atriz de 93 anos já estava "estável". De resto, desdramatizou, o episódio que provocou esta situação "não é surpreendente na idade dela".

Numa nova divulgada no sítio oficial da Presidência da República na Internet, Marcelo Rebelo de Sousa que fez questão de dizer que tem "acompanhado o estado de saúde de Eunice Muñoz", com quem esteve recentemente num evento na Casa do Artista, e a quem deseja um "rápido restabelecimento".

Última digressão

PUB

A atriz foi homenageada em novembro, por ocasião dos 80 anos de carreira, no Teatro Nacional D. Maria II, em Lisboa. No passado dia 15, tinha retomado, no Cine-Teatro Garrett, na Póvoa de Varzim, a digressão de "A margem do tempo", peça com texto de Franz Kroetz e encenação de Sérgio Moura Afonso, que protagoniza ao lado de Lídia Muñoz, e com a qual se despede dos palcos.

A próxima atuação da peça que tem música orquestral de Nuno Feist e não tem qualquer diálogo nem monólogo - "a senhora Rasch, personagem partilhada pelas duas atrizes em cena, convida-nos a assistir ao seu fim de tarde, num dos seus dias repetidos, igual a todos os anteriores, que se materializam numa mais nova senhora Rasch - continua agendada para dia 29, em Portalegre, no Alentejo. É uma peça sobre o lugar da memória e como esse lugar nos faz olhar para a humanidade.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG