Cultura

Everything is New no "Vilar de Mouros"

Everything is New no "Vilar de Mouros"

O Festival de Vilar de Mouros, que decorre de 30 de julho a 2 de agosto, vai ser organizado pela produtora Everything is New, de Álvaro Covões. Sabe-se para já que vai ter bandas dos anos 70, 80 e 90 e atuais.

A produtora Everything is New está a organizar o Festival de Vilar de Mouros, que vai decorrer de 30 de julho a 2 de agosto, em coprodução com a Fundação AMA - Associação de Amigos do Autismo.

A reedição do mais antigo festival de música português, após oito anos de interregno, marca, assim, o regresso de Álvaro Covões à organização, agora com a própria empresa, depois de nos anos 90 e 2000 ter garantido várias edições ao lado de Luís Montez, na Música no Coração.

A também promotora Alive ainda não divulgou oficialmente o envolvimento no projeto, mas a informação foi confirmada, ao JN, por fonte da Câmara de Caminha, que nesta altura prepara já no terreno as infraestruturas necessárias para a reativação do evento.

Segundo Marco Reis, presidente da AMA, tudo indica que no final da próxima semana seja apresentado, em Lisboa, o "line-up" da edição 2014, que incluirá "dois cabeças de cartaz, bandas consagradas dos anos 70, 80 e 90 e algumas contemporâneas". O espetáculo de abertura estará a cargo do maestro Rui Massena e seus convidados, que serão "figuras do mundo da música nacional e internacional".

"Teremos um alinhamento para agradar a três gerações. Queremos que estejam no recinto de Vilar de Mouros o avô, o pai e o filho", adianta Marcos Reis, referindo que "a apresentação do festival está apenas pendente do fecho da campanha de comunicação, que está a ser ultimada e deverá acontecer no fim da próxima semana ou, o mais tardar, no início da seguinte".

A edição 2014 do "Woodstock português" decorrerá em dois palcos, sendo que o mítico Palco do Casal (o original) funcionará como secundário.

Marco Reis revelou que o festival terá 57 mil metros quadrados de área vedada, vários parques de campismo gratuitos para quem adquirir bilhete, cujos preços deverão variar "entre 80 e 85 euros o passe para os quatro dias e 30 e 35 euros para um dia". O preço final será definido em função da entrada de um grande patrocinador oficial, com quem decorrem ainda negociações.

Outros Artigos Recomendados