Artes/Etc

Feira do Livro do Porto arranca no dia 6 de setembro

Feira do Livro do Porto arranca no dia 6 de setembro

A sexta edição da Feira do Livro do Porto, nos jardins do Palácio de Cristal foi apresentada esta terça-feira de manhã pelo presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira. O evento que decorrerá entre os dias 6 e 22 de setembro tem como homenageado o ensaísta e pensador Eduardo Lourenço.

A "égide do pensamento lúcido" de Eduardo Lourenço merece nesta edição uma homenagem, tornando-se em mais uma das tílias naquela que se está a tornar, pouco a pouco, a Avenida dos Escritores. O programa de homenagem foi comissariado por Nuno Artur Silva, argumentista, cronista e programador.

A programação, como explicou o seu comissário será centrada não na arte literária de Eduardo Lourenço, mas no seu pensamento. A identidade das comunidades estará em foco e aproveita para debater uma série de efemérides como "os 30 anos da queda do Muro de Berlim, os 20 anos do euro para falar sobre a Europa". Mas também outras questões como "os 50 anos da chegada do Homem à lua e os 500 anos da circum-navegação", que servem para abordar questões maiores da Humanidades como a ecologia.

Nuno Artur Silva destacou a presença do escritor espanhol Manuel Vilas no dia 11 de setembro; o encontro com Arnaldo Antunes, expoente da cultura brasileira, o espetáculo Válvula de António Jorge Gonçalves e Flávio Almada, no dia 7, e apresentação da performance da História da Europa narrada por Hugo Van der Ding, um humorista da nova geração que decorre dia 21. Assim como a apresentação da correspondência de Sophia de Mello Breyner Andersen e Jorge de Sena no dia 13.

O escritor residente desta edição será Nuno Costa Santos. A Feira terá nesta edição 130 pavilhões, número que não deverá ser aumentado para garantir a sustentabilidade da Feira. Haverá também um ciclo de cinema sobre o tema Europa, comissariado por Guilherme Blanc e uma série de actividades do serviço educativo para famílias.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG