cinema

Filme de terror "Annabelle" retirado de França após desacatos

Filme de terror "Annabelle" retirado de França após desacatos

Várias salas de cinema em França decidiram retirar dos ecrãs "Annabelle", o filme de terror americano que tem lotado as salas, por causa dos desacatos protagonizados por grupo de adolescentes durante a projeção. O filme está, atualmente, em exibição em Portugal.

Em Marselha, um cinema independente retirou o cartaz o filme de John Leonetti sobre a boneca maléfica, apesar do enorme sucesso de bilheteira.

"Foi um sucesso enorme, esgotou em todas sessões", explicou Didier Tarizzo, diretor da sala, à France Presse.

PUB

Mais de mil adolescentes, com idades entre os 12 e os 17 anos, assistiram à primeira sessão do filme, em Marselha. "Houve distúrbios nos corredores e na sala, pequenos confrontos entre grupos de jovens e guerras de pipocas", contou, ainda, Didier Tarizzo.

Também a Strasbourg, da rede UGC, decidiu deixar de programar o filme, segundo o que explicou o diretor da UGC em França, Emmanuel Delesse, não por haver registo de danos materiais, mas por causa dos incómodos causados pelos adolescentes, que impedem o restante público de assistir ao filme.

"Annabelle" sairá igualmente do cartaz de Créteil, na região de Paris.

Várias outras salas de cinema de França decidiram reforçar a segurança, aumentando o número de agentes de segurança nas salas, durante a projeção de "Annabelle".

"O adolescente, por natureza é inquieto e que vive num corpo em constante transformação, os filmes de terror funcionam como um espelho", explicou a psiquiatra psiquiatra Stéphane Clerget, ao canal de televisão francês "Europe 1". "O jovem revê no filme de terror angústias e, no caso de "Annabelle", está livre para expressar as suas emoções por estar rodeado dos seus pares, que não o vão julgar", refere.

Segundo a médica, os rapazes estão mais propícios a este comportamento agressivo.

No último domingo, "Annabelle" teve cerca de 429 mil espetadores, segundo dados da CBO Box Office, citados pela France Presse.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG