O Jogo ao Vivo

Inaguração

Fonoteca Municipal do Porto abre no sábado com 35 mil discos de vinil

Fonoteca Municipal do Porto abre no sábado com 35 mil discos de vinil

A Fonoteca Municipal do Porto (FMP) vai abrir portas no sábado, no complexo da Arda, em Campanhã, com um acervo de mais de 35 mil discos de vinil de artistas nacionais e internacionais, anunciou hoje a autarquia.

Numa nota na sua página oficial, a Câmara do Porto refere que o mais recente projeto municipal é, simultaneamente, "um arquivo sonoro da cidade - representativo de grande parte da produção discográfica em Portugal assim como discos importados, de artistas internacionais e obras de conteúdo não musical, como poesia ou discursos políticos - e um espaço público de apreciação musical".

O acervo, composto por uma coleção de mais de 35 mil discos de vinil, foi construído principalmente através das doações da Rádio Renascença e da RDP, assim como de instituições e particulares.

A Fonoteca Municipal do Porto continuará, contudo, aberta a doações de todos os interessados, tem como objetivo dar continuidade à missão de arquivo e documentação.

O município assinala ainda que o projeto assumirá igualmente um compromisso divulgativo e pedagógico, aberto a todos os públicos, através da produção de podcasts, artigos e mostras visuais sobre artistas, temas, géneros, dos materiais que integram a coleção.

A longo prazo, e assim permitam as regras impostas pela Direção-Geral da Saúde (DGS), a FMP vai oferecer uma agenda de atividades que refletem a intenção de relacionar a história da música com a cultura contemporânea, onde se incluirão concertos de artistas convidados tendo como base o arquivo existente, programas de escuta ativa semanal, visitas escolares e residências artísticas.

No dia da abertura, a visita ao espaço estará sujeita a uma lotação de 10 pessoas em simultâneo, no período entre as 14:00 e as 19:00.

PUB

Durante a tarde de sábado, Renato Cruz Santos, membro da Suave Geração que tem tocado em diversos contextos recorrendo a diferentes heterónimos, e Xico Ferrão, DJ com uma carreira de três décadas e membro do coletivo 7 Magníficos, apresentam uma seleção de discos resultante de um trabalho de pesquisa desenvolvido a partir do espólio da FMP.

Na nota, o município assinala ainda que, exceção feita ao dia da abertura, a visita ao espaço ou a consulta do arquivo está condicionada a uma marcação prévia, em sessões com a duração máxima de uma hora.

A partir do dia 26 de setembro estará também 'online' o arquivo digital no 'site' da Fonoteca Municipal do Porto (fonoteca.cm-porto.pt).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG