Cultura

Gulbenkian reforça apoio à criação artística com 350 mil euros para originais

Gulbenkian reforça apoio à criação artística com 350 mil euros para originais

A Fundação Calouste Gulbenkian reforçou este ano o apoio à criação artística de obras originais, para 350 mil euros, nas áreas das artes visuais, cinema, dança e teatro, face às "necessidades atuais" do setor cultural, anunciou hoje a instituição.

Em comunicado, a Fundação Gulbenkian adianta que este apoio, que teve um reforço relativamente a 2020, está inserido no conjunto de apoios anuais à cultura, este ano num valor global de 1.150.000 euros, envolvendo também as áreas das bolsas de formação no estrangeiro, apoio a exposições em França, onde possui uma delegação, na capital, e aquisição de obras de arte.

Contactado pela agência Lusa, o diretor do Programa Gulbenkian Cultura, Miguel Magalhães, indicou que a Fundação decidiu fazer uma "reorganização dos vários apoios anuais na área da cultura, e abrir os concursos todos ao mesmo tempo", para receber candidaturas até 30 de abril.

Assim, ao mesmo tempo, foram abertos os concursos para o apoio à criação artística de obras originais das artes visuais, cinema, dança e teatro no valor de 350 mil euros, os concursos para bolsas de formação no estrangeiro em artes visuais, artes performativas e música, com um valor de 600 mil euros, e os de apoio à realização de exposições em França, no valor de 200 mil euros, através da delegação da Fundação em Paris.

"Houve uma arrumação dos apoios da Gulbenkian que são feitos por concursos distribuídos ao longo do ano, e passaram a abrir todos ao mesmo tempo, o que não acontecia até agora", explicou Miguel Magalhães, acrescentando que, além desta alteração, deu-se um reforço na área do apoio à criação, tendo em conta as circunstâncias atuais do setor da cultura, afetado pela pandemia.

Aos apoios, podem candidatar-se os artistas portugueses que residam e trabalhem em território nacional ou instituições privadas sem fins lucrativos de produção artística, indica o comunicado da Gulbenkian, acrescentando que a Fundação "pretende chegar a um maior número de agentes artísticos, acompanhando a progressiva multidisciplinaridade da criação contemporânea".

Estes apoios, num valor global de 1.150.000 euros, "surgem em linha com o compromisso da Fundação de apoiar os artistas e as suas estruturas de criação, privilegiando os criadores mais originais e inovadores", aponta a Gulbenkian.

PUB

Para a presidente da Fundação Gulbenkian, Isabel Mota, citada no comunicado, estes apoios são "uma aposta na continuidade do trabalho e na capacidade de criação dos nossos artistas, em tempos difíceis, bem como um incentivo à formação dos jovens no estrangeiro, através da concessão de bolsas", sublinha.

Complementarmente a este apoio, a Gulbenkian acrescenta que mantém a estratégia de aquisição anual de obras de arte contemporânea para a coleção do Centro de Arte Moderna, que este ano contará com um investimento na ordem dos 500 mil euros.

Os concursos nas três áreas de apoio - criação artística, bolsas de formação e exposições em França - estarão abertos até 30 de abril, com informação no sítio 'online' gulbenkian.pt.

Em abril de 2020, a Fundação Calouste Gulbenkian reforçou o apoio de emergência à cultura em 500 mil euros, e atribuiu um apoio à criação no valor de 200 mil euros, para ajudar o meio artístico a enfrentar a crise causada pela covid-19, depois de ter disponibilizado um milhão de euros em março desse ano, a ser concedido aos artistas também no quadro do impacto da pandemia na cultura.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG