Artes/Etc

A magia de Phillipe Quesne sexta-feira no Rivoli

A magia de Phillipe Quesne sexta-feira no Rivoli

"Le melancolie des dragons", produção premiada internacionalmente pela cenografia será apresentada no Porto.

Já sobram poucos bilhetes para o espetáculo "Le melancolie des dragons", de Philippe Quesne, que será apresentado esta sexta-feira, no Teatro Rivoli, no Porto. A última vez que Philippe Quesne esteve no Porto, em 2015, apresentou "Swamp club", produção de 2013, o que permite ao público ter uma visão dilatada no tempo, do trabalho do encenador francês.

O criativo de 48 anos, formado em artes plásticas, trabalhou durante dez anos, como cenógrafo para teatro, ópera e também em algumas exposições. Em 2003 decidiu formar a companhia Vivarium Studio, com um elenco suigeneris formado por bailarinos, músicos e atores. Há quatro anos, Philippe Quesne aceitou dirigir o centro nacional dramático de Nanterre-Amandiers.

Nas suas criações a cenografia ganha um papel de destaque, persegue um efeito de deslumbramento e empurra ao extremo as experiências quotidianas e as relações entre homem e Natureza. Para estas dramaturgias utiliza exercícios visuais de relação com a escala, onde os intérpretes são mergulhados numa espécie de ecossistema.

"Le melancolie des dragons" ganhou um prestigiado prémio Moliére pela melhor cenografia. Ainda que esta produção teatral já tenha dez anos é juntamente com as produções "From Nature" (2006), "The Effect of Serge" (2007) ou "Big Bang" (2010), um repertório que continua a ter digressões internacionais.

"Dragons" são um grupo de hard rock que após um problema com o carro, se vêm envolvidos numa situação surrealista, um história para ver esta sexta-feira, às 21.30 horas.

ver mais vídeos