Artes/Etc

BD portuguesa mostra-se em Bruxelas

BD portuguesa mostra-se em Bruxelas

Obras de super-heróis, ficção científica e mundos pós-apocalípticos integrados na Fête de la BD, em Bruxelas, Bélgica.

É inaugurada amanhã, na capital belga, a Fête de la BD, o grande festival franco-belga que marca a rentrée dos quadradinhos.

Na edição deste ano, destaque para a exposição "A BD portuguesa é super", baseada em obras nacionais de super-heróis, ficção científica e mundos pós-apocalípticos, organizada pela Embaixada de Portugal em Bruxelas, pelo Instituto Camões de Bruxelas e pelo Município de Beja/Bedeteca de Beja.

Esta iniciativa, que surge na sequência da exposição "BD Portuguesa: 22 Autores Portugueses", que esteve patente em 2018, contará com pranchas de André Lima Araújo, Daniel Henriques, Daniel Maia, Eliseu Gouveia, Filipe Andrade, João Lemos, Jorge Coelho, Miguel Mendonça, Miguel Montenegro, Nuno Plati, Ricardo Tércio e Ricardo Venâncio, todos eles com colaborações com a Marvel e/ou a DC Comics no currículo. Edições destes desenhadores serão também mostradas em Bruxelas para dar a conhecer o seu trabalho.

A Fête de la BD, que decorre até ao próximo domingo, entre uma vasta série de actividades que incluem sessões de autógrafos, conferências e uma feira do livro, apresenta três grandes exposições: "Spirou e Bruxelas sob a Ocupação", "As crianças da Resistência" e "Os Filhos de Tintin".