Sugestões

Compromisso entre tradição e aventura

Compromisso entre tradição e aventura

Quando falamos de vinho, é difícil separar a tradição secular da ligação à terra e a vontade de sair mundo fora em busca de aventura e de fazer grandes vinhos. Decidirmos se vamos ficar agarrados a um "terroir" ou procurar o melhor que vários "terroirs" nos podem oferecer.

Se por um lado temos as ligações familiares, que nos fazem ficar "agarrados" e apaixonados a um lugar e tentar fazer daí os melhores néctares do Mundo, por outro lado, o bichinho das viagens faz-nos procurar desafios em todas as regiões que nos apaixonam. Quer numa quer noutra situação, cada vinho é uma história, uma viagem que nos transporta sempre para a sua origem.

Nesta paixão pelo secular e pela aventura nasceram dois projetos: o Vieira de Sousa, liderado por Luísa Vieira de Sousa, e o Lés a Lés, de Jorge Granate Santos e Rui Lopes.

Alice Reserva | Douro tinto | 2015 | Tinto | PVP: 7€

O projeto Vieira de Sousa, é um projeto de muita tradição na produção de vinhos do Porto. No entanto, destaco uma aposta recente da casa na produção de DOC Douro. O Alice Reserva de 2015 é um vinho realizado com o objetivo de homenagear Alice Vieira de Sousa, tia avó e proprietária de alguma quintas da família Vieira de Sousa. Este vinho do Douro é produzido com uvas provenientes de diferentes quintas da família, todas com mais de 30 anos e multivarietais. Muito expressivo no aroma, com frutos vermelhos muito vivos, dominados por um perfil balsâmico fresco. Um douro pleno de equilíbrio e frescura.

Arinto de Pedra e Cal | Bucelas | 2016 | PVP 14,5€

O Lés a Lés é um projeto de vinhos que resume as viagens do Jorge e do Rui, ideias, regiões que os apaixonam e, acima de tudo, as pessoas e os lugares que mais os marcaram - e a viagem só agora começou. Lés a Lés Arinto de Pedra e Cal, de 2016, provém de uma vinha com 80 anos em Bucelas. Mineral, com cheiro a pedra molhada, acidez e frescura equilibrada, com complexidade e untuoso no final de boca. Uma bela expressão do "terroir" de Bucelas.

Todos os domingos, na edição impressa do JN, damos-lhe sugestões de vinho.

Imobusiness