Premium

Em Portugal ainda é difícil construir uma "Casa de papel"

Em Portugal ainda é difícil construir uma "Casa de papel"

Há vontade de produzir séries para as plataformas de streaming, mas o investimento necessário é muito pesado.

Quando Greg Peters, da Netflix, passou pela Web Summit, em novembro de 2018, repetiu o mantra da plataforma: "As grandes séries podem vir de qualquer lugar e ser produzidas em qualquer língua". Fenómenos como a espanhola "Casa de papel", transformada na série de língua não inglesa mais vista da Netflix provam que sim.

E em Portugal? A que distância se está de um êxito desta escala? Ao que o JN apurou, não falta vontade às produtoras nacionais de se associarem às plataformas de streaming. Mas o caminho é difícil.