Incentivos

Governo português aproveita Cannes para chamar cinema ao nosso país

Governo português aproveita Cannes para chamar cinema ao nosso país

Foram anunciados, esta segunda-feira, em Cannes, os novos incentivos para atrair rodagens internacionais a Portugal.

Numa base do primeiro a chegar é o primeiro a servir-se, e com um mínimo de meio milhão de euros gastos no nosso país, os produtores internacionais poderão a partir de agora verem entre 25 a 30% dessas despesas serem devolvidas.

Numa cerimónia informal que se realizou no Mercado do Filme, o Presidente do Instituto do Cinema e Audiovisual, Luís Chaby Vaz, disse ao JN ser este incentivo pela primeira vez "a resposta que o país dá de uma tentativa de captar de forma agressiva e competente grandes rodagens para o nosso país, não só para o cinema como para o audiovisual".

Acrescentou ainda estar-se "a tentar ter uma resposta global de forma a transformar o nosso país num país que tenha uma indústria de cinema e audiovisual competitiva". Este tipo de incentivos já existe há algum tempo em outros países, mas o responsável pelo ICA destaca o que torna o nosso diferente.

"O nosso tem uma característica que o distingue dos demais. Portugal é um país excelente para a captação de rodagens. E estamos a pôr dinheiro em cima da produção. Depois, temos uma quantidade de dias de rodagem muito boa comparada com outros países, temos um custo de produção bastante baixo, temos equipas técnicas altamente competentes, que falam diversas línguas e estão perfeitamente aptas a trabalhar em modo internacional, somos um país seguro e com uma diversidade geográfica muito boa para rodagens internacionais. Tudo isto junto, mais um sistema que mete dinheiro na produção, transforma este pacote num pacote muito atrativo.", garantiu.

Luís Chaby Vaz assegurou ainda haver "um teste cultural a que todos os projetos são submetidos, para garantir o seu mérito cultural, visto no entanto de uma forma bastante abrangente. A rede é bastante aberta mas têm de ser sempre projetos úteis para o país e onde a imagem de Portugal seja reforçada" e confirmou haver já muita gente interessada. "Estamos a contar poder apresentar novidades muito em breve."

ver mais vídeos