13 a 16 de setembro

Jardins e praças do Porto palco do 1.º Festival Internacional de Circo

Jardins e praças do Porto palco do 1.º Festival Internacional de Circo

A primeira edição do Festival Internacional de Circo do Porto, que decorre de 13 a 16 de setembro, vai distribuir-se pelas praças e jardins da cidade, com mais de 40 espetáculos gratuitos de 12 companhias nacionais e internacionais.

O espetáculo "Speakeasy", que junta em palco seis 'performers' da companhia francesa The Rat Pack, e mistura cinema, teatro e várias acrobacias, vai dar início ao festival, no Coliseu do Porto, no dia 13 de setembro, pelas 21:30, repetindo no dia 14, à mesma hora.

O Coliseu do Porto vai também ser palco da apresentação de "Six Pieds sur Terre" ("Seis pés sobre a Terra"), da companhia francesa Lapsus, nascida em 2010, e que atua pela primeira vez em Portugal, no dia 15 de setembro, às 21:30, e no dia 16, às 17:30, encerrando assim os espetáculos no único espaço fechado do evento.

O Jardim de São Lázaro é um dos espaços ao ar livre na cidade que vai servir de palco para 'performances' como o "Le Sourire du Naufragé" ("O sorriso do Náufrago"), de Claire Ducreux, no dia 14 e 15 de setembro, às 17:00, e no dia 16, às 15:00, mas também como o "3D", da companhia francesa H.M.G, que também vai atuar nos dias 14 e 15 de setembro, às 19:00, repetindo no dia 16, às 17:00.

Já a Praça dos Poveiros surge como o terceiro palco de novo circo e recebe demonstrações como "Ruge", da companhia Toron Blues, e "La Fin Demain", da companhia alemã Zirkus Morsa, que venceu a secção OFF do festival francês Sorties de Brain, na Normandia.

O solo "Viva Victor", da companhia belga kRaK, e o espetáculo em movimento "Banda Rumtatá", da companhia portuguesa Marimbondo, acontecem também, durante os dias 14, 15 e 16 de setembro, na Praça dos Poveiros.

Pela Praça da Batalha vão passar três criações: "Mayara", de Chiara Marchese, a música de "Bobby & Moi", da companhia Poc, e "Bruit de couloir", de Clément Dazin, que mistura malabarismo com dança contemporânea.

O Largo de Santo Ildefonso vai receber o espetáculo de 60 minutos "Sol Bemol", uma criação da companhia belga D'Irque & Fien, que foi premiada em Valladolid, em Espanha, e que atua no dia 13 de setembro, às 22:30, retomando o mesmo programa nos dias 14 e 15, às 22:00.

Além dos mais de 40 espetáculos, festival vai realizar uma conferência internacional, marcada para dia 15 de setembro, às 11:00, no Coliseu do Porto, que visa refletir sobre o futuro destas abordagens artísticas.

A primeira edição do Festival Internacional de Circo do Porto conta ainda com a apresentação do espetáculo de Circo Social "Calçada", um projeto de serviço educativo que ensinou, sob a direção de Elsa Caillat e João Paulo dos Santos, artes circenses a jovens da freguesia do Bonfim.

O grupo vai atuar no Foyer do Coliseu do Porto, nos dias 13, 14 e 15 de setembro, pelas 17:30, e no dia 16, pelas 16:30.