Cultura

Morreu o "cantor emigrante" Graciano Saga

Morreu o "cantor emigrante" Graciano Saga

Morreu Graciano Saga, cantor popular natural de Viana do Castelo, radicado em França há quatro décadas. Ficou conhecido com músicas sobre a Diáspora, de que se destaca o tema "Vem devagar emigrante".

A notícia da morte de Graciano Saga foi revelada pela filha, Glória Braga Pagneux, na página do Facebook, pouco antes da meia-noite de sábado. "Meu pai, meu amor, não sei como vou viver sem ti", pode ler-se na mensagem. "O meu pai vai agora cantar para os anjos (que sorte têm) e deixa-nos tão tristes", acrescenta a mensagem emocionada da filha.

Graciano Saga, conhecido como o cantor emigrante, fez grande sucesso entre a comunidade portuguesa emigrante com com músicas como "Vem devagar Emigrante", "Vamos lá rapaziada","Peregrinos de Fátima" e "Amiga Emigrante".

O cantor era tido como um homem "solidário", "humano" e "um artista muito acarinhado" pelos empresários musicais da região.

Natural de Viana do Castelo, vivia em França há cerca de 40 anos. Segundo revela a filha, no Facebook, deverá ficar sepultado no país que o acolheu.

"Ele ficou aqui 40 anos, ele queria estar ao lado da sua família emigrante. Ao lado também da sua netinha que ele gostava tanto", escreveu Glória Braga Pagneux, que há dias noticiou o internamento do pai, com uma doença no cérebro incurável, que terá sido a causa da morte.

"Os médicos confirmaram que esta doença não tinha tratamento. Só apenas uma pessoa sobre um milhão que tem isto", explicava Glória Braga Pagneux.

ver mais vídeos