Paredes de Coura

Mais de cem festivaleiros com "sintomas gastrointestinais"

Mais de cem festivaleiros com "sintomas gastrointestinais"

Entre 130 e 150 pessoas que assistiam ao Festival de Paredes de Coura foram assistidas, este sábado, nas urgências de Viana do Castelo e Monção/Lima com "sintomas gastrointestinais".

Segundo Franklim Ramos, diretor da Unidade Local de Saúde do Alto Minho (ULSAM), "foram todos tratados e estão todos livres de perigo".

O responsável pela ULSAM explicou que "deram entrada nos serviços de urgência médico-cirúrgica de Viana do Castelo e urgência básica de Monção/Lima 80 pessoas com sintomas gastrointestinais".

O número de festivaleiros afetados acabaria por aumentar para 130 a 150 pessoas.

A organização do festival Vodafone Paredes de Coura confirmou, através de comunicado, "um foco limitado de ocorrências", "de sintomas de vómitos e indisposições gastro-intestinal".

"Segundo os serviços de saúde a situação estará estabilizada", mas, a organização confessa que ainda não conseguiu identificar qual a origem problema.

"Até ao momento não foi possível estabelecer uma causa comum entre os casos, uma vez que não se verifica um padrão de idade, proveniência ou consumo de alimentos e bebidas e os referidos sintomas são comuns a várias causas possíveis", lê-se no comunicado enviado à imprensa.

Ao início da tarde, a água dos sanitários e dos chuveiros de apoio ao campismo foi cortada, mas, cerca das 18 horas foi restabelecida.

Ao final da tarde, a organização garantia que "continua em articulação permanente com as entidades responsáveis para garantir toda a assistência a quem dela necessita e apurar, se possível, a causa".