Festival

Os copos do Alive vão ajudar a tirar lixo das praias

Os copos do Alive vão ajudar a tirar lixo das praias

Depois de ter utilizado copos de origem 100 por cento vegetal no ano passado, o NOS Alive volta a inovar no que diz respeito aos copos. Este ano, o festival vai doar o dinheiro resultante da devolução dos copos reutilizáveis a duas associações. Uma ajuda artistas e a outra limpa praias.

É um conceito inovador que é amigo do ambiente ao mesmo tempo que pratica a solidariedade. Todos os festivaleiros do NOS Alive vão ter de comprar um copo reutilizável pelo preço de um euro, à semelhança de outros espetáculos do país, e podem colocá-lo, à saída, num depósito especificamente criado para o efeito.

No final, o dinheiro que seria entregue pela Sagres ao NOS Alive, resultante da devolução dos copos, vai ser doado às associações Mansarda e Brigada do Mar. A primeira dedica-se a apoiar artistas disponibilizando uma residência com 80 quartos. A segunda trabalha na limpeza de lixo e plástico de praias não concessionadas.

Assim, quanto mais copos forem usados mais ajuda vão ter os artistas e o próprio planeta. "Estamos na moda dos copos reutilizáveis e aqui estamos nós a responder", explica Álvaro Covões, diretor do NOS Alive. A ideia partiu da parceria entre a Everything is New, organizadora do NOS Alive, e a Central de Cervejas, que detém a marca Sagres.

Segundo Álvaro Covões, "o copo não pode ser um negócio" e "temos assistido a medidas ambientais que em vez de o serem transformam-se num negócio". Vai daí, o NOS Alive transformou o dinheiro dos copos em beneficência, num processo que vai ser monitorizado por uma empresa independente.