Artes/Etc

Porto Blues Fest volta aos jardins do Palácio de Cristal

Porto Blues Fest volta aos jardins do Palácio de Cristal

A segunda edição do Porto Blues Fest realiza-se nos próximos dias 18 e 19 de maio, nos Jardins do Palácio de Cristal, no Porto.

O festival de Blues portuense, de acordo com o programador e diretor do festival Adalberto Ribeiro, surgiu, no ano passado, com o objetivo de "apagar a lacuna que existia no mercado do Blues" .Para além disso, a escolha do género musical teve como ponto de partida a proximidade que o Blues tem do Fado, símbolo português: "blues e fado têm a mesma raiz... nascem da alma de um povo", confirmou o diretor.

A programação procurou ser variada, com uma oferta de diversas vertentes do tipo de música em questão. O festival abre, na sexta feira, dia 18, com artistas nacionais, North South Blues Connection, juntamente com Pedro Tatanka, vocalista dos Black Mamba, e será mostrado um blues "mais elétrico, de Chicago". A segunda artista a subir ao palco é a americana Pat "Mother Blues" Cohen, "numa vertente mais condicionada, da parte francesa".

No dia 19, sábado, apresenta-se o grupo espanhol "Chino and The Big Bet". A banda de Barcelona vem dar um momento mais próximo do Swing dos anos 20 e 30. Por fim, o festival fecha com Budda Power Blues e Maria João, que já têm um disco editado. Contará, também, com a atuação especial de Pedro Abrunhosa, de forma a desafiar o músico a criar novas experiências e a partilhar um novo tipo de música com os fãs.

Para conhecer "a verdadeira experiência de Blues é preciso artistas variados", nacionais e internacionais, explica Adalberto Ribeiro.

As expectativas para este ano são elevadas, na medida em que a segunda edição do Porto Blues Fest conta com mais apoios, entre os quais do Porto Lazer e da Câmara Municipal do Porto, e uma decoração mais elaborada, que, conjugados com a harmonia do espaço, se tornam "fatores de sucesso".

O festival, enquanto momento mais dirigido para o seio familiar, abrange um grande público, sobretudo dos 35 anos para cima, mas um dos objetivos do diretor passa por baixar a fasquia das idades.

Os bilhetes estão à venda na Ticketline e nos locais habituais. O preço varia entre 20 euros, passe diário, e 25 euros, para os dois dias.

ver mais vídeos