Premium

Prontos para o Trono. Um guia para acompanhar o fim da série mais cara da História

Prontos para o Trono. Um guia para acompanhar o fim da série mais cara da História

Se ainda não viu "A guerra dos tronos" e quer ver, um aviso: nestas linhas há "spoilers". E quem quer perceber a série da HBO, que há sete intrincadas temporadas gera centenas de teorias e milhões de discussões, paixões, "memes", fúrias e taquicardias em todo o Mundo, tem mesmo de a ver do início, antes da chegada do fim, que começa na madrugada de segunda-feira em Portugal.

É provável que os seis episódios do oitavo capítulo da série, adaptada para televisão a partir dos livros de George R.R. Martin, sejam a última oportunidade para testemunharmos um fenómeno televisivo global deste calibre. O caminho é o da desconstrução de audiências e uma produção como "A guerra dos tronos" é de difícil repetição. Martin providenciou material único, com trabalho de construção profundo das personagens e dos seus mundos, e o canal norte-americano tinha a experiência - e o dinheiro - necessários.