O Jogo ao Vivo

Festival de Veneza

Tiago Guedes ganha Bisato d'Oro para Melhor Realizador em "A Herdade"

Tiago Guedes ganha Bisato d'Oro para Melhor Realizador em "A Herdade"

Enquanto se aguarda pela entrega dos prémios oficiais do Festival de Veneza, em especial o sempre tão aguardado Leão de Ouro, os júris paralelos começaram já a divulgar as suas escolhas. E "A Herdade", com que Paulo Branco e Tiago Guedes levaram de novo um filme português à competição do mais antigo festival de cinema do mundo, já começou a ganhar pontos.

O Júri da Crítica Independente (não confundir com o da Crítica Internacional, que já entregou o Prémio FIPRESCI ao favorito "J"Accuse", de Roman Polanski), decidiu entregar a Tiago Guedes o Bisato d"Oro (Enguia de Ouro na tradução literal da expressão tipicamente veneziana) de Melhor Realização.

O júri, presidido por Paolo De Cesare, refere que o filme português, "embora de forma mais íntima e menos espectacular, tem reminiscências do "Novecento" de Bertolucci", concluindo que "a história é um pedaço de vida, um tempo passado com personagens que se tornam nossos companheiros numa preciosa viagem".

O filme, que acompanha diversos períodos do século XX português através do retrato de um peculiar proprietário de terras do sul do Tejo, estreia entre nós no dia 19 deste mês.

Na cerimónia de entrega dos prémios oficiais, que tem início às 19h locais (uma a mais que em Portugal), "A Herdade" poderá vencer o Leão de Ouro ou oferecer aos seus protagonistas, Albano Jerónimo e Sandra Faleiro, a Taça Volpi para melhor interpretação.