Cultura

UNESCO classifica Óbidos como "cidade da literatura"

UNESCO classifica Óbidos como "cidade da literatura"

A vila de Óbidos entrou, esta sexta-feira, no universo das "cidades da literatura" da UNESCO.

A UNESCO Creative Cities Network (UCCN), criada em 2004, escolheu Óbidos, na Estremadura, como uma das "cidades da literatura", no âmbito da rede mundial "The Crative Cities Network", que agrupa 69 cidades em diferentes áreas, da gastronomia ao artesanato, passando pela literatura.

Óbidos é a 12.ª classificada na lista da organização, ao lado de Edimburgo (Escócia), Melbourne (Austrália), Iowa City (EUA), Dublin (Eire) Reiquejavique (Islândia), Norwich (Inglaterra), Cracóvia (Polónia), Heidelberg (Alemanha), Dunedin (Nova Zelândia), Granada (Espanha) e Praga (República Checa).

A "The Crative Cities Network - Crafts & Folk Art, Design, Film, Gastronomy, Literature, Music and Media Arts" integrava, até esta sexta-feira, 69 cidades com um objetivo comum: "colocar a criatividade e as indústrias culturais no centro dos seus planos de desenvolvimento a nível local e cooperar ativamente a nível internacional", segundo comunicado da UNESCO (Organização das Nações Unidas para a Ciência, Educação e Cultura), com sede em Paris.

A candidatura de Óbidos, de acordo com a autarquia, estava a ser desenvolvida desde 2011, numa parceria com o editor José Pinho, da Ler Devagar.