Sugestões

Vinhos: Portugal, que futuro queremos?

Vinhos: Portugal, que futuro queremos?

Há cada vez mais projetos inovadores e empenhados em recuperar a tradição

Todos os dias saem notícias a elogiar Portugal nas mais diversas áreas. Falando de vinhos, começa a surgir uma curiosidade mundial pelas nossas castas e regiões. Somos, sem dúvida, o país da diversidade e da autenticidade, estando agora perante um momento que poderá ditar o nosso sucesso.

Os vinhos nunca foram tão bons. Nunca houve tantos projetos inovadores e a recuperar tradições, sempre com o grande objetivo de colocar Portugal e os seus vinhos no lugar de destaque internacional que merecem.

Concluiríamos que o sucesso está garantido. Ou talvez não. Há uma grande ameaça: o próprio setor do vinho, ou melhor, parte dele. Aquele que insiste em comercializar a preços insustentavelmente baixos, com promoções constantes. Aquele que utiliza o marketing, não como ferramenta de promoção, mas como ciência da mentira, apregoando ser vencedor do "melhor do Mundo"". Aquele que utiliza menções "nobres"", como vinhas velhas ou reserva e os comercializa a preços irrisórios. Aquele que copia o nome ou a imagem de marcas existentes para induzir o consumidor em erro. É altura de parar com estas estratégias, decidir o caminho que queremos seguir e tirar partido das nossas extraordinárias potencialidades. O sucesso depende de nós.

Os vinhos escolhidos são, por isso, de dois produtores empenhados em seguir um caminho de futuro.

Fitapreta | Tinto | 2017 | PVP: 9.90€

O Fitapreta Tinto, de António Maçanita, um dos produtores que mais procuram inovar e recuperar tradições, seja no Alentejo, Açores ou Douro. Este vinho, produzido com castas tipicamente alentejanas, é rico e encorpado e retrata bem o caráter da região.

Grande Vadio | Tinto | 2014 |PVP: 32€

Luís Patrão, no seu projeto familiar na Bairrada, utilizando as castas típicas, faz vinhos que expressam a autenticidade da região. O Grande Vadio, produzido com a casta Baga, é clássico, cheio de garra e com enorme potencial de envelhecimento.

Todos os domingos, na edição impressa do JN, damos-lhe sugestões de vinho.

Imobusiness