O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Jazz ao vivo à boleia dos turistas estrangeiros

Jazz ao vivo à boleia dos turistas estrangeiros

Circuito de espetáculos é incipiente e dominado por espectadores de fora. Dia Internacional do Jazz assinala-se este sábado.

Os dedos das duas mãos ainda chegam e sobram para contarmos os espaços em Portugal que apresentam de forma regular jazz ao vivo nas suas programações. Um défice que, para os músicos, empresários e programadores auscultados pelo JN, é indissociável da reduzida expressão deste género musical, pese embora o crescimento no último par de décadas.

Se é certo que o clube de jazz mais antigo da Europa (o Hot Clube, em Lisboa) até é português, os elevados encargos associados à manutenção de um espaço dessa natureza fazem com que seja necessária "uma grande dose de paixão" para avançar com o projeto. Quem o afirma é Luís Hilário, histórico ex-programador do Hot Clube, que recorda "os muitos concertos que davam prejuízo à casa".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG