Exclusivo

José Luís Peixoto: "Todos somos ficcionistas das nossas memórias"

José Luís Peixoto: "Todos somos ficcionistas das nossas memórias"

A partir das memórias mais profundas do empresário Rui Nabeiro, José Luís Peixoto escreveu o seu novo romance, "Almoço de domingo", lançado na semana em que o empresário alentejano completou 90 anos.

Apesar de uma grande parte do livro ser "absolutamente ficcional", o retrato literário " não enjeita as fortes ligações à realidade. "Soube que ele se comoveu com algumas passagens", revela.

Ao convite endereçado por Rui Nabeiro para que escrevesse as suas memórias, José Luís Peixoto respondeu com uma contraproposta: em vez de uma biografia convencional, que diz mais fadada para os historiadores, sugeriu um modelo híbrido, em que a memória e a ficção caminham lado a lado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG