Cultura

Linguista Óscar Lopes morreu aos 94 anos

Linguista Óscar Lopes morreu aos 94 anos

O professor de Português, linguística e literatura Óscar Lopes morreu, esta sexta-feira, no seu domicílio, no Porto. Contava 94 anos.

Óscar Lopes foi professor do Liceu Nacional de Vila Real e dos liceus Alexandre Herculano e Rodrigues de Freitas, do Porto. Em 1975 ingressou, como professor catedrático, na Faculdade de Letras da Universidade do Porto, onde se jubilou. Foi vice-reitor da Universidade do Porto e diretor da Faculdade de Letras.

Distinguiu-se também como crítico literário, tendo assinado colaborações em diversas publicações, entre as quais a "Seara Nova", "Vértice" e "Mundo Literário". É autor de inúmeros ensaios no domínio da linguística e da literatura.

Escreveu com António José Saraiva a "História da Literatura Portuguesa", referência desde há muito para o ensino desta disciplina.

Entre as distinções de que foi alvo salientam-se a Grã-Cruz da Ordem da Instrução Pública( 1989) e a Ordem da Liberdade (2006).

Foi militante do Partido Comunista Português, do qual fez parte do comité central.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG