Exclusivo

Mário Augusto: "Só mesmo os desesperados aceitavam emigrar para o Havai"

Mário Augusto: "Só mesmo os desesperados aceitavam emigrar para o Havai"

Mário Augusto aborda em novo livro a emigração portuguesa no arquipélago dos EUA. E diz: "Os portugueses faziam lá o que indianos e paquistaneses fazem hoje cá".

"Não fossem a miséria e a fome a escorraçarem tantas famílias" e a emigração portuguesa para o Havai não teria sido um caso de estudo tão especial, ao ponto de o jornalista Mário Augusto ter-lhe dedicado a reportagem "Mandem saudades", transmitida pela SIC em 1997 e agora adaptada (e ampliada) ao formato de livro, num volume integrado na coleção "Retratos" da Fundação Francisco Manuel dos Santos.

Entre 1878 e o início da Primeira Guerra Mundial, emigraram para as longínquas ilhas do Pacífico - então prosaicamente conhecidas por Canecas ou Sandwich - 27 mil portugueses.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG