Literatura

Marta Pais Oliveira distinguida com o Prémio Nortear

Marta Pais Oliveira distinguida com o Prémio Nortear

Marta Pais Oliveira foi a vencedora da oitava edição do Prémio Literário Nortear, destinado a jovens escritores. A autora, de 32 anos, já tinha sido distinguida com o Prémio Revelação Agustina Bessa-Luís.

Com o conto em prosa "Medula", Marta Pais Oliveira venceu a oitava edição do Prémio Literário Nortear para Jovens Escritores, que será entregue na próxima edição da Culturgal.

Natural de Vila Nova de Gaia, a autora diz ter recebido a notícia com "enorme felicidade, pela relevância do prémio, pelo incentivo que pressupõe e oportunidade de promoção na nossa Eurorregião e pela publicação do conto em galego e em português".

PUB

O conto premiado é uma distopia que aborda a história de duas pessoas que estão às portas do ministério da solidão e precisam de decidir o que fazer depois.

O júri destacou "a mestria da autora na construção da narrativa em todas as suas categorias"

Depois de ter conquistado, em 2020, o Prémio Revelação Agustina Bessa-Luís 2020 com a sua novela "Escavadoras", Marta Pais Oliveira publicou em maio do ano passado "Quando virmos o mar".

Cerca de 40 jovens escritores, entre os 16 e os 36 anos, da eurorregião Galicia - Norte de Portugal apresentaram obras candidatas ao Prémio Literário Nortear, uma iniciativa do Agrupamento Europeu de Cooperação Territorial da Eurorregião Galicia - Norte de Portugal, da Consellería de Cultura, Educación, Formación Profesional e Universidades da Xunta de Galicia e da Direção Regional de Cultura do Norte.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG