TV

Nova novela da TVI ganha forma e o JN foi espreitar as gravações

Nova novela da TVI ganha forma e o JN foi espreitar as gravações

"3...2...1... Ação"... O céu nublado não impediu que, anteontem à tarde, fossem gravadas algumas das cenas que formam o enredo de "A Herdeira" assinado por Maria João Mira e que promete aquecer as audiências, a partir de setembro, nas noites da TVI.

Para já, a novela soma momentos ainda sem a sequência da narrativa, a maioria no Minho onde parte da história decorre, como o JN foi espreitar.

Na quarta semana de gravações e, a poucos quilómetros de Viana do Castelo, o Paço de Lanheses, na localidade que lhe dá o nome foi o cenário principal. O décor será, na ficção, o Solar Alvarenga pertencente a uma das famílias principais, constituída por Maria do Carmo (Lia Gama), Duarte (Pedro Lamares), Madalena (Rita Pereira), Pipo (Leonardo Marques) e Carlota (Júlia Palha) que, esta esta terça-feira, não estavam todos em casa, pelo menos no guião.

Silêncio, o momento é de tensão e até mete uma arma, um pormenor que, na realidade, obrigou à presença de um agente da PSP, mesmo que não estivesse carregada. Vitó Carlos (Gany Ferreira) grita que apanhou um ladrão na propriedade, trazendo Pipo, Carlota, Maria do Carmo e os caseiros Marianinha (Julie Sargeant) e Zé Avelino (José Wallenstein) e a filha destes, Anita (Carolina Frias), ao exterior para verem o cocheiro com Miro (Zeca Medeiros). O cigano traz um faqueiro debaixo do braço que é acusado de roubar quando, na verdade, o comprou à matriarca Alvarenga que não quer que os familiares saibam que o fez e manda chamar a polícia. Isto porque "a condessa, a Maria do Carmo, muito como as famílias aristocratas do Norte, tem dificuldade em aguentar as propriedade, mas continua a manter as aparências", resumiu Wallenstein que vive uma personagem muito próxima da patroa.

As horas passaram e o sol teimou em não aparecer, obrigando ao recurso de holofotes e refletores para emprestar luz ao ambiente, pouco antes de aparecer a rebelde Luz, ou melhor a sua protagonista, Kelly Bailey, que não escondeu o entusiasmo por tão "grande desafio", depois de se ter estreado em "A Única Mulher" e de ter estado um ano afastada. Com a pele queimada pelo sol, encarna "uma cigana de alma" mesmo que venha a descobrir que não o é de sangue, sendo ela a herdeira de que tanto se fala. Mas, vamos esperar pelas cenas dos próximos capítulos, com lutas de poder e um grande amor a alimentar a trama.


ver mais vídeos