Média

Novo "Jornal Económico" sai sexta-feira

Novo "Jornal Económico" sai sexta-feira

O novo "Jornal Económico" (ex-semanário "Oje") sairá sexta-feira nas bancas, com uma nova linha editorial e uma equipa reforçada com duas dezenas de jornalistas que prometem "informação económica com qualidade, rigor e isenção".

O novo projeto pretende afirmar-se como "um jornal de referência no segmento de economia, finanças e negócios", lê-se no 'site' do "Jornal Económico".

O jornal adianta que a edição impressa surgirá "mais robusta, com mais histórias de economia das empresas e mercados financeiros, agora enquadrados numa nova linha gráfica" e, no 'online', "existirá um novo formato e funcionalidades inovadoras, das quais se destacam os 'feeds' de vídeo em 'live stream', que irão dar corpo a todo o projeto de media".

O projeto será assegurado por uma equipa de jornalistas, designers, infográficos, comerciais, informáticos e outros profissionais, oriundos do jornal "OJE", do "Diário Económico" e de outras publicações.

Em declarações à agência Lusa no início do mês, o administrador e acionista da Megafin, Luís Figueiredo Trindade, proprietária do título, disse que o novo semanário, "vai ser um jornal de análise, com artigos de fundo e entrevistas sobre a atualidade da semana" e que será complementado com um novo 'site', disponível em www.jornaleconomico.pt, que vai dar notícias diariamente.

O administrador disse que o projeto vai contar "com um departamento de conferências", espaço de mercado deixado vago pelo Diário Económico, cuja última edição em papel foi a 18 de março.

O Jornal Económico conta com Vítor Norinha como diretor e Filipe Alves enquanto diretor-adjunto.

Questionado sobre o eventual interesse na Económico TV (ETV), o administrador disse que se mantém e que decorrem "negociações com os bancos".

O administrador da Megafin confirmou que está ainda prevista a entrada de novos acionistas no grupo, mas escusou-se a avançar mais detalhes.