Artes/Etc

Nova série de Tom Hardy intitula-se "Taboo" e estreia-se no domingo

Nova série de Tom Hardy intitula-se "Taboo" e estreia-se no domingo

A série "Taboo", um projeto da BBC criado e coproduzido por Ridley Scott e Tom Hardy, passada em Londres no início do século XIX, estreia-se em Portugal no próximo domingo, às 22:10, anunciou o canal AMC.

Considerada "uma das séries mais esperadas de 2017", "Taboo" é uma produção inglesa com o selo da BBC, protagonizada e coescrita pelo ator Tom Hardy ("A Origem", "Locke", "Mad Max: Estrada da Fúria", "The Revenant", entre outros), que assina os créditos iniciais da série com o pai, Chips Hardy, e com Steven Knight, com quem trabalhou noutro projeto televisivo britânico, "Peaky Blinders".

A história passa-se em 1814 e Tom Hardy dá vida a James Keziah Delaney, um homem que regressa a Londres depois de ter percorrido os confins da Terra e de ter sido dado como morto.

James Delaney regressa um homem muito diferente daquele que partiu, com 14 diamantes roubados no bolso, em busca de vingança e à conquista do império de transportes que o pai construiu.

Tom Hardy, nomeado para o Óscar de melhor ator secundário em "The Revenant", juntou-se ao pai Chips Hardy para escrever esta série dramática, de oito episódios.

O ator britânico é também um dos produtores da série, em colaboração com o realizador e produtor Ridley Scott (quatro vezes nomeado para os Óscares) e o também realizador e produtor Steven Knight.

Conspirações, assassinatos e traições, um mistério familiar por resolver, envolvido em amor e deslealdades são os ingredientes para a série que conta também no elenco com nomes como Jonathan Pryce ("Piratas das Caraíbas", "Guerra dos Tronos"), Michael Kelly ("House of Cards"), Oona Chaplin ("007: Quantum Solace") e David Hayman ("O rapaz do pijama às riscas").

Jonathan Pryce dá vida a Sir Stuart Strange, líder da Companhia da Índias em Londres, que se opõe a alguém - Delaney - que ameaça as suas pretensões comerciais e políticas.

Michael Kelly é o médico Dumbarton, a personagem que representa a dualidade mostrada em "Taboo" -- o conflito entre britânicos e americanos.

Por seu lado, Oona Chaplin representa Zilpha, meia-irmã de Delaney, com quem tem um relacionamento incestuoso e David Hayman faz de Brace, companheiro de Delaney e única pessoa em que este pode confiar.