Documentário

BBC acusada de racismo

BBC acusada de racismo

A exibição de um documentário sobre o desaparecimento de ingleses na zona leste de Londres valeu críticas como "propaganda de supremacia ariana." Muitos ameaçaram cancelar os serviços da BBC.

A BBC foi duramente criticada pelos telespetadores que assistiam ao documentário "The Last Whites of the East End" ("Os Últimos Brancos de East End" [Londres], em tradução livre). Com a controvérsia a assumir preponderância nas redes sociais, um utilizador do Twitter apelidou a produção exibida pela estação pública britânica de "propaganda de supremacia ariana" enquanto muitos ameaçaram cancelar o serviço da BBC.

Em causa está a visão racista que o documentário alegadamente mostra sobre a zona leste da capital britânica. A população do Burgo Londrino de Newham foi migrando para outras cidades, nomeadamente para a província de Essex, à medida que entravam minorias étnicas, que representam 73 por cento da população de Newham, num total de 70 mil novos habitantes em 15 anos e uma variedade de 147 idiomas falados.

Contactado pelo "Daily Mail", o deputado Stephen Timms concedeu que é plausível fazer-se uma leitura unilateral do documentário: "Acho que foi um documentário elucidativo, mas talvez apenas mostre uma parte da história. Deve haver uma discussão sobre o tema, que terá de ser total e não parcial. É importante salientar que a grande parte das mudanças que temos visto em Londres são definitivamente para melhor e não para pior."

Em sentido inverso, Peter Bell, secretário da agregação recreativa e cultura de East London, denuncia uma localidade empobrecida dividida: "O que se vê aqui é basicamente é uma favela. Não há interação entre culturas. Não quero desrespeitar a comunidade muçulmana, mas não acho que eles queiram fazer parte das tradições locais. As pessoas que já não nos visitam há muito tempo chegam e dizem 'isto parece Bagdad.'"

Ainda assim, também se verificaram alguns elogios ao documentário, salientado que a produção apenas faz um retrato fidedigno da realidade, que afeta muitas áreas urbanas em Inglaterra.