Televisão

Chef Hélio Loureiro indignado com "Supernanny" da SIC

Chef Hélio Loureiro indignado com "Supernanny" da SIC

O chef Hélio Loureiro diz compreender "que existam pessoas que são incapazes de educar os seus filhos", mas aponta o dedo a quem leva os filhos ao novo programa da SIC. "Não será desta forma", acrescenta.

O chef Hélio Loureiro também mostrou nas redes sociais a sua indignação com o programa "Supernanny", que a SIC estreou este domingo à noite. "Esta menina [uma das crianças visadas no episódio de estreia] vai crescer e vai ver um dia a figura que a mãe a fez passar à frente de todo um público que quis ver como uma mãe não foi capaz de educar uma criança! Isto é correto? Não é violência infantil!? Onde está a privacidade desta criança!? Desculpem não entendo!", escreveu.

Hélio Loureiro termina dizendo que "jamais" colocaria a filha e os sobrinhos "nesta exposição e sobretudo neste tratamento educacional". "Compreendo que existam pessoas que são incapazes de educar os seus filhos, mas não será desta forma. As crianças têm que ser protegidas e não expostas desta forma!".

A Comissão Nacional de Promoção dos Direitos e Proteção das Crianças e Jovens (CNPDPCJ) também alertou através de um comunicado publicado na sua página de Facebook que o programa pode "violar os direitos das crianças".

Recorde-se que o formato, com Teresa Paula Marques, visa, de acordo com sinopse da SIC, ir "ao encontro das famílias portuguesas para ajudar a controlar a rebeldia dos filhos e dar resposta aos apelos de pais e educadores". Os protagonistas são filhos rebeldes e "pais à beira de um ataque de nervos, que já tentaram quase tudo para controlar a alteração de comportamento" dos mais pequenos.

Em dia de estreia, "Supernanny" foi vista por 727 mil pessoas, ficando em terceiro lugar entre os programas mais vistos de domingo.

PUB

Outras Notícias